Entregas Gratuitas para Encomendas acima de €30

Esmero



ESMERO, o que de bom o Douro tem para oferecer. Empresa familiar já com uma grande tradição na produção de vinhos, resultado da experiência profissional acumulada desde 1997 na Real Companhia Velha.


Esmero

Em 2002 foi decidido iniciar uma nova etapa na vida desta casa através da produção e comercialização de vinhos Douro DOC com o objetivo principal de produzir vinhos de alta qualidade







A Esmero de Relance


Região: Douro
Vinho Produzido: Tinto, Branco
Castas: Tinto: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, Trincadeira
Produtor(es): Rui Xavier Soares
Enólogo(s): Rui Xavier Soares







 

 

 

Os Vinhos


Esmero: o que de bom o Douro tem para oferecer


A Esmero produz atualmente os seguintes vinhos:

  • ESMERO tinto, produzido a partir de uma vinha muito velha (80 anos) com mistura de castas, localizada a baixa altitude em solo de xisto
  • ESMERO branco, oriundo de vinha velha com 30 anos, instalada em terreno de transição

Esmero

Um pouco de História


Um pouco de História


A produção de vinhos na família remonta ao tempo do avô Fernando, o qual plantou a maior parte das vinhas e incutiu o gosto pelo sector da vinha e do vinho. Durante muitos anos a quinta comercializou uvas para vinho do Porto e apenas produzia vinho do Douro para consumo próprio.


Resultado da experiência profissional acumulada desde 1997 na Real Companhia Velha, empresa com 250 anos de história fabulosa no vinho do Porto, esta casa decidiu em 2002 iniciar uma nova etapa através da produção e comercialização de vinhos Douro DOC com o principal objectivo de produzir vinhos de alta qualidade - ESMERO, o que de bom o Douro tem para oferecer!


Esta casa acredita que as vinhas velhas têm um potencial que não pode ser desprezado e que deve ser valorizado. É nesta mais-valia que pensa estar a diferença: lote de diferentes castas com produções equilibradas à videira, associada a uma vinificação cuidada capaz de exprimir o elevado potencial da matéria-prima.


Esmero

As Vinhas


Onde tudo se inicia ...


As vinhas encontram-se na sub-região do Baixo Corgo (Valdigem), distribuídas por 3 parcelas com área total de 6 ha em socalcos ao longo da encosta suportados por muros em pedra, com exposição do quadrante Oeste. Os solos são pedregosos e na sua maioria xistosos, com uma parcela de vinha em terreno de transição para granito.


No xisto predominam as castas tintas, convivendo harmoniosamente variedades difundidas como Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Barroca, Trincadeira e Touriga Nacional com outras mais raras (Malvasia Preta, Tinta da Barca, Rufete...). As castas brancas prevalecem na parcela de transição: Viosinho, Gouveio, Fernão Pires, Síria, entre outras.


A idade dos vinhedos é elevada - entre 30 e 80 anos! - com altas densidades de plantação e equilibrada produção unitária, a qual oscila entre 0,5 a 1 kg de uva por videira.


É na vinha que tudo se inicia, daí a importância em produzir uvas com elevado potencial qualitativo, capazes de expressar ao máximo as características varietais potenciadas pelo "terroir" em que se encontram!



Enologia


Enologia


A enologia está a cargo de Rui Xavier Soares.


Um verdadeiro produtor de garagem!


Localizada no centro de Valdigem trata-se de uma pequena adega que contém dois pisos: área de fermentação, com dois lagares de diferente capacidade; área de estágio, com cubas de inox e barricas. A recepção da uva funciona na garagem que está contígua à adega, podendo neste caso afirmar que somos um verdadeiro produtor de garagem!


As uvas são selecionadas na vinha, colhidas manualmente para caixas de 20 kg e transportadas para a adega onde se efectua a triagem em tapete de escolha. Posteriormente são esmagadas com pisa a pé em lagar, onde decorre a maceração e fermentação durante 8 a 10 dias. O estágio do vinho é efectuado em barricas novas e usadas de carvalho francês durante 12 a 18 meses.


Enólogo

Rui Xavier Soares




 

 

 

 

Compre Vinhos Esmero